MORREU EM CANARANA O LÍDER COMUNITÁRIO GUIDO AFONSO RAUBER

No dia 06 de junho de 2019, às 03:05 hs da madrugada, faleceu em sua residência o Sr. Guido Afonso Rauber. Seu corpo foi velado na Igreja Matriz Nossa Senhora Auxiliadora, onde foi celebrada uma Missa de corpo presente às 17:00 hs, seguindo logo após para o seu sepultamento no Cemitério Municipal.
Em sua homilia durante a Missa o Pároco, Padre Adenir José Fumagali, destacou os grandes serviços prestados pelo Guido em favor da sociedade de Canarana, nas áreas social, política e religiosa. Disse que ele foi um verdadeiro Missionário a serviço da vida de nossa comunidade.
Guido Afonso Rauber nasceu em Santa Rosa-RS, no dia 20 de junho de 1938. Trabalhou como professor durante 15 anos, atuando inicialmente no Ginásio Pio XII em Três de Maio-RS e posteriormente foi professor paroquial em Santo Cristo e Tucunduva-RS.
Casou-se com Íres Aimi, natural de Roca Sales-RS. Teve 5 filhos: Celso José, Marilene (já falecida), Sergio Luiz, Maria Madalena(já falecida), e Sedio Jorge (já falecido). Os filhos deram para o Guido 10 netos e 9 bisnetos.
Durante 10 anos Guido residiu com sua família em Mondai – SC, onde foi professor, gerente da cooperativa e em 1970 elegeu-se prefeito. No início de 1975, após o mandato de prefeito, mudou-se para Canarana-MT.
Estabeleceu-se na Primeira Agrovila iniciando seu trabalho com a cultura de arroz passando depois para criação de gado, atividade que exerceu em sua Fazenda denominada “Sombra do Ipê”. Vendo a necessidade integrou-se como líder comunitário na igreja, escola e na área sócio-econômica.
Foi convidado para ser gerente da Cooperativa de Colonização 31 de Março Ltda – Coopercol, que estava paralisada, mas havia a necessidade de reativá-la para cumprir as obrigações junto aos associados de nove projetos de colonização, regularizando escrituras de terras, arrumando as estradas e fazendo pagamento de dívidas. Após três anos de trabalho e lutas a Coopercol cumpriu suas metas conforme projeto junto ao INCRA, com as áreas urbanas de Canarana e Água Boa devidamente registradas, podendo estas localidades partir para sua emancipação política.
Guido participou da Sociedade Amigos de Canarana e integrou a Comissão de Emancipação do Município. Sempre foi ligado a arte da pintura, teatro e escultura tendo idealizado e construído diversos monumentos, entre eles o Monumento da Cuia, do Avião na Praça Central Siegfried Roewer e mais recentemente do Lions Club nas proximidades do Esporte Clube Canarana.
Em 1988 elegeu-se vice-prefeito da 1ª administração de Darci Jesus Romio. Atuou como secretário de obras, onde além de outras iniciativas foram construídos mais de 300 mil metros quadrados de asfalto.
Guido voltou a ocupar a secretaria nas administrações Cancian(93/96) e Evaldo(2001/2004) ficando a frente da construção do Parque de Exposições, mais asfalto e numerosas outras obras.
No dia 22 de janeiro de 1997 a sua esposa Ires veio a falecer. Mesmo em meio ao sentimento da perda de sua amada continuou trabalhando e dedicando-se a Igreja e outras entidades sociais.
Contraiu um segundo casamento com Terezinha Finato Favreto, também viúva, no dia 21 de fevereiro de 1998. Com ela dedicou-se a diversas atividades que vão ao encontro do bem estar comunitário e social. Ambos exerceram por diversos anos o serviço de Ministros da Eucaristia, além de atuar em outros setores da Pastoral da Paróquia N.S. Auxiliadora como o Apostolado da Oração e as Santas Missões Populares. Juntos também se formaram em Teologia na 1ª Escola de Teologia para Leigos da Diocese de Barra do Garças. Nesta escola Guido, além de membro exerceu a coordenação.
No dia 12 de junho de 2018, por ocasião dos festejos dos seus 80 anos de vida, Guindo brindou a comunidade de Canarana com o lançamento do livro de sua autoria “COLETÂNEA DA FÉ E DA CULTURA DE UM POVO”. O livro é um importante documentário sobre a História de Canarana, desde o início da sua colonização, até os dias atuais. Com certeza, Guido Afonso Rauber deixa para todos um exemplo de trabalho e dedicação para o bem estar de toda a população de Canarana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *